Bruno Nogueira

Blog sobre o grande (enorme) Bruno Nogueira, o melhor humorista português de todos os tempos! Neste blog iras encontrar sobre o "Bruninho", desde fotos, vídeos do levanta-te e ri onde participou e outros, saber todas as novidades! Este é um blog para todos os fans do Bruno Nogueira.

terça-feira, maio 15, 2007

Bruno Nogueira - Revista de Imprensa

Tanto o "O Primeiro de Janeiro" como o "Jornal de Noticias", ambos em versão on-line, destacam a presença de Bruno Nogueira, hoje no Porto.

No Primeiro de Janeiro, o artigo têm como titulo: Bruno Nogueira a solo no TNSJ enquanto que no Jornal de Noticias o titulo do artigo escrito por Sérgio Almeida é: Bruno Nogueira a solo e sem rede no Porto!

Podem ler aqui ambos os artigos:

Bruno Nogueira a solo no TNSJ - "O Primeiro de Janeiro"
O espectáculo de estreia de um dos humoristas que a televisão projectou nos últimos tempos, Bruno Nogueira, está hoje no Teatro Nacional de S. João, no Porto.
O Teatro Nacional São João, no Porto, recebe hoje o espectáculo de estreia do mais mordaz e exigente dos humoristas que a televisão projectou nos últimos tempos, Bruno Nogueira a solo em “…Sou do tamanho do que vejo e não do tamanho da minha altura”.
Com a timidez que o caracteriza, Bruno Nogueira recorre ao estratagema da ingenuidade para dizer as coisas mais cruéis. Encontrando no teatro uma maior liberdade na abordagem de temas delicados, neste espectáculo fala de Portugal “um país feito para pessoas baixas”, da fome em África, do 11 de Setembro, de religião, de politica e figuras públicas.
Estreado no passado mês de Janeiro no Teatro São Luiz, em Lisboa, Bruno Nogueira a Solo tem texto original do próprio Bruno Nogueira com colaboração de João Quadros, cenografia de João Mendes Ribeiro e figurinos de Dino Alves.
O director do teatro S. Joãpo Ricardo Pais, considera que “a arte da comédia tem vindo a conhecer, entre palcos e media, uma geração de criadores cuja iconoclastia nos redime da nossa triste brandura e cuja eloquência nos salva do terror do nosso analfabetismo. Destes jovens, distingue-se, em originalidade, rigor e invenção linguística, Bruno Nogueira, nosso velho amigo que achámos dever trazer ao nosso palco maior, ao menos por uma noite”.
Bruno Nogueira nasceu em Lisboa. Em 1999, fez o curso de formação de actores do Instituto de Artes do Espectáculo, participando, nos anos seguintes, em diversos cursos e workshops nas áreas da voz e elocução, representação, movimento, cinema e escrita criativa. Começa a fazer stand-up comedy no Chapitô, em 2001. Em 2002, integra a programação do Rir – Festival Internacional de Humor de Lisboa e, em 2003, participa na temporada de O Homem que Mordeu o Cão, de Nuno Markl. Nesse mesmo ano, actua com regularidade no programa Levanta-te e Ri, da SIC. Em teatro, participa como actor nos espectáculos Portugal, uma Comédia Musical, de Nuno Artur Silva e Nuno Costa Santos, com música de Sérgio Godinho e encenação de António Feio.

Bruno Nogueira a solo e sem rede no Porto - "Jornal de Noticias"
O que têm em comum o 11 de Setembro, a fome em África e Portugal enquanto país feito para pessoas baixas? Todos estes temas integram o espectáculo a solo que Bruno Nogueira apresenta hoje, às 21.30 horas, no Teatro Nacional São João (TNSJ), no Porto.

Ao longo de uma hora e meia, o humorista, que elege a mordacidade como eixo central do seu trabalho, revela em "Sou do tamanho do que vejo e não do tamanho da minha altura" uma amostra concentrada de uma carreira em sentido ascendente.

Apesar de contar apenas 25 anos, há muito que o rosto de Bruno Nogueira se tornou familiar da maioria. Muito por força de um humor onde não faltam alusões explícitas a hábitos do quotidiano dos portugueses que, de tão banais, se tornam quase despercebidos.

As constantes referências à sua estatura elevada e os ódios de estimação por figuras (mais ou menos) públicas como Cláudio Ramos, José Castelo Branco, Carlos Castro ou Maya são outras das imagens de marca de um artista que, há três anos, em plena festa de aniversário da SIC, apelidou Francisco Pinto Balsemão de "senhor do bolo".

Em "Sou do tamanho do que vejo e não do tamanho da minha altura" - título extraído de um poema de Alberto Caeiro -, Bruno Nogueira concretiza ainda um projecto que acalentava há vários anos apresentar uma performance totalmente concebida por si.

O director do TNSJ, Ricardo Pais, justifica o 'desvio' na programação habitual do teatro portuense pela "originalidade, rigor e invenção linguística" presentes no trabalho de Bruno Nogueira. "Talvez não faça exactamente teatro, mas é um artista de palco", defende.

Está em GRANDE o nosso Bruninho!

1 Comentários:

Anonymous katolico disse...

pa tu es muito fixe e eu identifico me muiti contigo so porque tambem sou um ganga maluco. continua a fazer mais anuncios que eu continuarei a ve-los

4:59 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial